sexta-feira, 30 de março de 2012


Maísa Dama Da Noite: o nascimento do meu filho















A sensação está apenas começando, muito terna e afetuosa. Uma mistura de álcool, tabaco e aquele cheiro ilícito de caminhos para a própria perdição dos sentidos e das coações rupestres sociais. Uma cadela no cio prestes a parir, Maisa Dama Da Noite, aparece na noite. Assim inicia a sua saga de provocações afetivas e imorais que se desdobram ao longo de toda a festa. Provoca os encontros, joga-se nos braços dos “outr@s” em busca de saciar o apetite do seu sexo-coração. Deste modo, busca os seus machos e fêmeas na excitação da violência de qualquer afeto ou mesmo paixão. Assanhada e desprovida de qualquer pudor, naquela madrugada onde tudo acontece, no meio da noite, dá a luz ao seu filho. Agora mãe, põe sua teta no mundo realizando o sonho da amamentação. Alimenta seu filho enquanto o apresenta para aqueles que partilham de sua existência. Ainda assim, na volúpia de seu explosivo cio, entrega o seu filho nos braços de um alguém, buscando, deste modo, assegurar que suas predestinações aconteçam. Volta a doar sua “buceta” para a existência até o fim da escuridão.



Maísa Dama Da Noite, uma cadela no cio, desesperada a procura de suas legiões de machos e prestes a parir o seu filho.



A ação cênica Maisa Dama da Noite: o nascimento do meu filho teve duas aparições públicas. Ambas ocorreram junto com a banda Solange Tô aberta! na ocasião da festa Tô Aberta's Party!. A primeira foi realizada no dia 11 de setembro de 2008, no Sal & Pimenta e a segunda 09 de outubro do mesmo ano, na Fosfobox bar club. Essa manifestação ocorreu durante todo o período da festa.



...

Nenhum comentário:

Postar um comentário